domingo, 22 de fevereiro de 2009

Dicionário Das Loiras


" Eis o tão esperado Dicionário Das Loiras!!!! "

Testículo – Texto pequeno.

Abismado – Pessoa que caiu de um abismo

Pressupor – Pôr preço em alguma coisa.

Biscoito – Fazer sexo duas vezes.

Padrão – Padre muito alto.

Democracia – Sistema de governo do inferno.

Barracão – Algo que proíbe a entrada de caninos.

Homossexual – Detergente para lavar as partes íntimas.

Ministério – Aparelho de som de dimensões muito reduzidas.

Detergente – Acto de prender seres humanos.

Eficiência – Estudo das propriedades da letra F.

Conversão – Conversa prolongada.

Halogéneo – Cumprimento a pessoas muito inteligentes.

Expedidor – Mendigo que mudou de classe social.

Luz Solar – Sapato que emite luz por baixo.

Cleptomaníaco – Mania por Eric Clapton.

Contribuir – Ir para algum sítio com uma tribo de índios.

Aspirado – Carta de baralho (Ás) completamente maluca.

Coitado – Pessoa vítima de coito.

Regime Militar – Dieta e exercícios feitos pelo Exército.

Caçador – Indivíduo que procura ter dor.

Assaltante – Um A que salta.

Determine – Prender a namorada de Mickey Mouse.

Coordenada – Que não tem cor.

Presidiário -Aquele que é preso diariamente.

Ratificar – Tornar-se um rato.

Violentamente – Viu com lentidão.


...


Recebido por mail, pelo meu moreno...:P


Have fun ;)


quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

sábado, 14 de fevereiro de 2009

MEALHEIRO PORTUGUÊS‏


Mealheiro para guardar tudo que sobra do salário!!!!
LOOOOOL
Have fun ;-)

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Bruno Aleixo Na Escola 04- A Profissão

E vocês o que querem ser quando forem grandes?


Cuidem-se

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Publicidade do Viagra num Consultório Médico‏


Há varias formas de publicidade, mas esta aqui, que se encontra no consultório de um médico,
merece, seguramente, a 'Palma de Ouro' pela Criatividade.
...
LOOOOOOOL
Que máximo..
Recebido por mail..
Have fun ;)


Desordem no Tribunal
Estas são piadas retiradas do livro 'Desordem no tribunal'. São coisas que as pessoas realmente disseram, e que foram transcritas textualmente pelos taquígrafos, que tiveram que permanecer calmos enquanto estes diálogos realmente aconteciam à sua frente.



Advogado : Qual é a data do seu aniversário?

Testemunha: 15 de Julho.

Advogado : Que ano?Testemunha: Todos os anos.



Advogado : Essa doença, a miastenia gravis, afecta a sua memória?

Testemunha: Sim.

Advogado : E de que modo ela afecta a sua memória?

Testemunha: Eu esqueço-me das coisas.

Advogado : Esquece... Pode-nos dar um exemplo de algo que você tenha esquecido?



Advogado : Que idade tem o seu filho?

Testemunha: 38 ou 35, não me lembro.

Advogado : Há quanto tempo ele mora com você?

Testemunha: Há 45 anos.



Advogado : Qual foi a primeira coisa que o seu marido disse quando acordou aquela manhã?

Testemunha: Ele disse, 'Onde estou, Berta?'

Advogado : E por que é que se aborreceu?

Testemunha: O meu nome é Célia



Advogado : Diga-me, doutor... não é verdade que, ao morrer no sono, apessoa só saberá que morreu na manhã seguinte?



Advogado : O seu filho mais novo, o de 20 anos...

Testemunha: Sim.

Advogado : Que idade é que ele tem?



Advogado : Sobre esta foto sua...o senhor estava presente quando ela foitirada?



Advogado : Então, a data de concepção do seu bebé foi 8 de Agosto?

Testemunha: Sim, foi.

Advogado : E o que é que estava a fazer nesse dia?



Advogado : Ela tinha 3 filhos, certo?

Testemunha: Certo.

Advogado : Quantos meninos?

Testemunha: Nenhum.

Advogado : E quantas eram meninas?



Advogado : Sr. Marcos, por que acabou o seu primeiro casamento?

Testemunha: Por morte do cônjuge.

Advogado : E por morte de que cônjuge ele acabou?



Advogado : Poderia descrever o suspeito?

Testemunha: Ele tinha estatura mediana e usava barba.

Advogado : E era um homem ou uma mulher?



Advogado : Doutor, quantas autópsias já realizou em pessoasmortas?

Testemunha: Todas as autópsias que fiz foram em pessoas mortas...



Advogado : Aqui no tribunal, para cada pergunta que eu lhe fizer, a sua resposta deve ser oral, está bem? Que escola frequenta?

Testemunha: Oral.



Advogado : Doutor, o senhor lembra-se da hora em que começou a examinar o corpo da vitima?Testemunha: Sim, a autópsia começou às 20:30 h.

Advogado : E o Sr. Décio já estava morto a essa hora?

Testemunha: Não... Ele estava sentado na maca, questionando-se por que razão eu estava a fazer-lhe aquela autópsia.



Advogado : O senhor está qualificado para nos fornecer uma amostra de urina?




Advogado : Doutor, antes de fazer a autópsia, o senhor verificou o pulso da vítima?

Testemunha: Não.

Advogado : O senhor verificou a pressão arterial?

Testemunha: Não.

Advogado : O senhor verificou a respiração?

Testemunha: Não.

Advogado : Então, é possível que a vítima estivesse viva quando a autópsia começou?Testemunha: Não.

Advogado : Como é que o senhor pode ter a certeza?

Testemunha: Porque o cérebro do paciente estava num jarro sobre a mesa.

Advogado : Mas ele poderia estar vivo mesmo assim?

Testemunha: Sim, é possível que ele estivesse vivo e tirando o curso de Direito em algum lugar!!!




Bem, isto foi-me enviado pela minha querida amiga Marisa e não resisti a publicar!

O que me ri com isto! Isto é concentrado de estupidez em estado puro! rs



Cuidem-se

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

NA DÚVIDA‏



Na semana do casamento, a menstruação chega, causando verdadeiro desespero na

noiva que aos prantos desabafa com a mãe:



- Poxa mãe, justo na semana do meu

casamento tenho que ficar desse jeito!

Eu sou um monstro..!!!

Eu sou uma desgraçada mesmo!

Como vai ser na lua de mel?

O meu futuro marido vai me odiar!

Buáááááá!



Vendo a situação da filha, a mãe resolve

conversar com o noivo a fim de

tranqüilizar a noivinha neurótica.



- Mas, Dona Maria - diz o noivo - fale

para ela não se preocupar,

pois sei que a tensão do casamento

pode provocar isso. Por favor,

a senhora pode ir para casa tranqüila

e, por favor, diga à sua filha que o

ocorrido é um mero infortúnio e

nada significa comparado ao tamanho

de nosso amor.

Diga a ela que ficaremos

no amor platônico!



Aliviada, a sogra volta para casa

rapidamente para acalmar a filha.

- Filha! Olha, fui lá falar com o teu

noivo e ele entendeu o seu problema.

Ah, e ele também falou para você

não se chatear que, enquanto

você permanecer menstruada,

vocês ficam só no amor platônico, viu?

A filha fica aliviada e, quando a mãe

já estava saindo do quarto, pergunta:



- Mãe! Mas o que é 'amor platônico'?



- Também não sei o que é filha.

Mas, em todo caso, lave bem

a bunda e escove bem os dentes...

...


LOOOOOOOOOL


Have Fun ;)